» cFos Traffic Shaping
Esta página não está suficientemente traduzida!
Obtenha uma licença grátis (cFos, cFosSpeed ou cFosBC) por nos ajudar.
Mais informação

Aceleração da Internet através de Traffic Shaping

A nova página de Traffic Shaping

Tempos de ping com versões diferentes do cFosSpeed
(down / up - sem espera na base - = melhor)

O tempo de ping diminui com novas versões do cFosSpeed * LL = modo de baixa latência, consome cerca de 5-10% da taxa de transferência
cFos YouTube Channel cFos YouTube Channel : Assista à instalação do cFosSpeed no Win7
c't Testado como o driver DSL mais rápido


Tempos de ping são drasticamente reduzidos para todas as ligações! A versão 6.50 do cFosSpeed oferece o melhor Traffic Shaping de todos.

Como funciona o Traffic Shaping?

Transferência de dados normal
Transferência de dados normal:
A recepção de dados tem de ser confirmada (ACKnowledgment packets) antes de poderem ser enviados novos dados.

Sem Traffic Shaping
Sem Traffic Shaping:
Pacotes ACK são parados e atrasados por um upload simultâneo. Como resultado, o download desacelera também.

cFos Traffic Shaping
cFos Traffic Shaping:
Pacotes ACK têm prioridade no upstream, permitindo que o download continue à velocidade máxima.

cFos Traffic Shaping reduz os atrasos durante a transferência de dados e permite que navegue a Internet até três vezes mais rápido. Assim pode usar a largura de banda total da sua ligação!

Durante transferências TCP/IP, uma certa quantidade de dados precisa de ser confirmada na recepção antes de mais dados poderem ser enviados. O atraso na confirmação de resultados dos dados em taxas de transferência decrescentes, assim forçando o emissor a esperar. Especialmente para DSL e cabo, é possível desacelerar muito um download enchendo o canal de upstream (que tem a menor largura de banda) com um upload. Isto acontece porque em tal cenário porque não sobra largura de banda de upstream que chegue para confirmação de dados.

A solução standard para isto tem sido tentar compensar isso aumentando o tamanho da janela TCP, assim permitindo que mais dados sejam enviados sem confirmação imediata. O principal problema é que isto também leva a um aumento dos pings (latência) e atrasos significativos durante a visualização das páginas Web. Latência até 2 segundos não é incomum para janelas TCP de tamanho 512k. Em suma, grandes tamanhos de janela não vão permitir atingir a velocidade de download total.


Por contraste, o cFos Traffic Shaping dá prioridade ao tráfego de dados de tal maneira que os pacotes importantes passam à frente dos pacotes normais. Desta forma, as respostas chegam sempre a tempo e os uploads não voltarão a entupir a sua ligação de banda larga

A tecnologia do cFos Traffic-Shaping reconhece muitos dos pacotes importantes e dá-lhes prioridade de modo a manter o tráfego Internet a correr levemente mas também para manter pings baixos. Isto não só acelera a navegação e velocidades de download significativamente, mas é também uma vantagem decisiva para os jogos online.

Com o cFos Traffic Shaping, vai notar melhorias notáveis e benefícios tais como:

Alta velocidade, baixo ping

Pings durante múltiplos downloads e uploads

= melhor RTT Diagram
1-4 uploads: Enquanto os pings permanecem consistentemente baixos com o cFos, o driver XP "desacelera o sistema."

Sem Traffic Shaping, os pings podem facilmente chegar a uns horríficos 2 segundos, o que fará com que a participação em sessões de Telnet ou SSH seja uma tarefa árdua – se não mesmo impossível. Mas com o cFos Traffic Shaping, a latência mantém-se normal.

Isto apenas já deve tornar a sua experiência de navegação totalmente nova!

Também significa que ao navegar a Web, vai ser difícil sequer notar as transferências de dados em segundo plano. Novamente, uma latência de tal modo reduzida é especialmente boa para os jogos online.

Primeiro, o cFos Traffic Shaping mede as taxas de upstream e downstream e também os atrasos de ping para cada ligação à Internet. Depois utiliza esta informação para controlar as filas de todas as transferências de dados da Internet. Mais, Traffic Shaping designa a largura de banda disponível dinamicamente para cada ligação individual à medida que é preciso.

Não só o cFos Traffic Shaping dá prioridade aos ACKs, mas também outros pacotes importantes como aqueles utilizados para Telnet e SSH. Assim, com o cFos Traffic Shaping, programas de partilha de ficheiros ou uploads de mail que entopem a ligação serão finalmente uma coisa do passado!

Mas não acredite na nossa palavra; veja por si mesmo.

O que mais faz o Traffic Shaping?

Para além de dar prioridade aos pacotes ACK, Traffic Shaping faz ou deixa fazer o seguinte:

  • RX Shaping
    assegura que os pings se mantêm baixos mesmo durante downloads, ao impedir que um download entupa outros downloads simultâneos.
  • ACK-Filter
    otimiza reconhecimentos TCP/IP, assim fazendo com que mais largura de banda fique disponível no canal de upstream.
  • Dar prioridade a programas individuais
    como jogos enquanto se dá baixa prioridade a outros é especialmente útil quando se tenta reservar largura de banda extra para aplicações importantes.
  • Qualidade de som em Voice over IP (VoiP)
    é melhorada pelo reconhecimento e prioridade dada aos pacotes RTP.
  • Dar prioridade a outros protocolos pela análise à camada 7,
    como HTTP, FTP, POP3, SMTP, ICMP, SSH, Telnet e DNS pode ser feito usando regras de filtragem programáveis.

Traffic Shaping avançado

O traffic shaping do cFosSpeed consiste em duas partes principais: primeiro descobre a velocidade máxima da linha (envio e recebimento), e depois envia dados em velocidade não maior que a de envio e utiliza uma fila de prioridade para o restante dos dados. Deste modo, dados mais urgentes podem ser enviados primeiro. Ao receber, o cFosSpeed não pode modificar a ordem dos pacotes de dados a serem recebidos, mas pode desacelerar os enviados de tal forma que a linha não fique congestionada e os tempos de ping fiquem agradáveis e baixos.

O cFosSpeed determina velocidades de transmissão enviando pacotes de ping. Estes pacotes são enviados com um valor de TTL pequeno, para que retornem rapidamente e produzam medições mais precisas. Para isto, o cFosSpeed envia regularmente pacotes ping do tipo ICMP echo-request ou pacotes UDP pequenos, o que funcionar melhor.

Ao longo do tempo, o cFosSpeed memoriza o menor tempo de ping. Então, quando o cFosSpeed posteriormente medir tempos de ping mais altos, sabe que a linha está congestionada. Para enfrentar isto, o cFosSpeed reduzirá a velocidade de envio e/ou recepção.

Este método funciona muito bem para meios de transmissão de dados que são bastante estáveis e funcionam sempre com as mesmas velocidade e latência, como DSL ou cabo. No entanto, leva a problemas em meios com grandes variações de tempos de ping, tais como ligações móveis sem fios (UMTS, WiMAX, CDMA, CDMA 2000, etc). Um aumento temporário no tempo de ping fará com que o cFosSpeed reduza a velocidade de envio ou recebimento, mesmo que tal aumento não seja causado por congestionamento da linha. Assim, a velocidade máxima pode não ser alcançada e o cFosSpeed não conseguirá utilizar toda a largura de banda disponível.

Para resolver isto, atualmente o cFosSpeed realiza análise estatística de tempos de ping em um período de tempo relativamente longo para determinar o tempo normal de ping da ligação e o desvio típico do mesmo. Estes dados estatísticos são ajustados dinamicamente, para que modificações em largura de banda ou latência sejam detetadas e devidamente tratadas. Isto melhora as velocidades de transmissão em ligações móveis, mas também aumenta ligeiramente a capacidade de resposta em ligações DSL ou cabo.

Esta análise estatística funciona bem, desde que o cFosSpeed tenha certeza que as mudanças nos tempos de ping medidos refletem o comportamento normal do meio. Infelizmente, tráfego enviado ou recebido pela mesma linha por outros utilizadores também aumentarão os tempos de ping e contaminariam as estatísticas e, portanto, causariam diminuição desnecessária nas velocidades de envio ou recebimento.

O cFosSpeed trata isso por meio da nova funcionalidade Net Talk: cada cFosSpeed conectado ao mesmo router (isto é, na mesma rede local) informa a quantidade de dados que enviou ou recebeu a todos os outros controladores do cFosSpeed. Isto permite que todos os controladores do cFosSpeed ajustem as suas velocidades de acordo com o somatório do tráfego, e não somente da sua parte. O resultado são estatísticas mais precisas, melhorando assim a qualidade do traffic shaping, significando que mais dados podem ser transmitidos enquanto se mantêm tempos de ping baixos.

Teste você mesmo!

Comparação de tempos de carregamento

greenpeace.org
cFos 5.5 sec
XP 19.6 sec
amazon.com
cFos 8.3 sec
XP 39.2 sec
Quando correr um upload e dois downloads em simultâneo, o cFos permite que navegue mais de três vezes mais rápido que o driver do XP!
Data: 09/2004 - Ligação DSL 768/128

Primeiro, tenha em mente que testes com apenas um upload ou download podem apenas medir a taxa de transferência máxima da sua ligação em up ou downstream. É por isso que vai precisar de gerar pelo menos dois streams de dados para aumentar os efeitos do cFos Traffic Shaping:

Ambos o cFos e o cFosSpeed irão calibrar-se respectivamente à ligação. Isto significa que melhores resultados são atingidos depois de ter usado esses programas por vários dias, durante os quais deve correr tantos uploads ou downloads quanto possível a toda a velocidade.

Agora envie para si um e-mail com um anexo de pelo menos 5 MB. Numa ligação standard, isto deve dar-lhe à volta de 5 minutos para medições. Para cada teste, deve esvaziar a cache do seu browser e registar os tempos de carregamento dos seus Web sites. Todos os testes devem ser repetidos várias vezes para máxima precisão

download & upload combinado

= melhor Taxas de transferência

Por exemplo, durante um upload e um download, uma ligação DSL "típica" de 768 kbit/s deve chegar a uma taxa de download de cerca de 8 kbytes/s e uma taxa de upstream de aproximadamente 16 kbytes/s. 11.5 kbytes/s desse valor estão disponíveis para uploads, enquanto que os restantes 4.5 kbytes/s são usados para gerir os dados de confirmação da sessão de download.

Uma forma fácil e precisa de manter registo dos pings é usar a nossa hrPing freeware utility .

  Que métodos de tuning da Internet alternativos existem?

Todas as imagens e texto nesta página podem ser copiados livremente.
Clique nas imagens para abrir em alta resolução.
Powered by cFos Personal Net Web Server
Practice random kindness and senseless acts of beauty