cFosSpeed é o Acelerador de Internet oficial das marcas ASUS, GIGABYTE, ASRock e MSI gaming products

Configuração básica

A configuração mais básica é instalar o cFos PNet e copiar os documentos que quiser publicar para a pasta "pub" na pasta de instalação do cFos PNet. Na configuração padrão, o Javascript makedir.jss produz uma agradável exibição da pasta pub para seus usuários.

Você pode mudar o local das pastas públicas e privadas configurando as chaves "public_dir=" e "private_dir=" em cfospnet.ini, seção [param] para sua pasta preferida (caminho completo necessário). cfospnet.ini está localizado na pasta c:\programdata\cFos\cfospnet.

Por padrão, cFos PNet usa a porta 80 para serviços HTTP, mas você pode mudar a porta configurando a chave "server_port" na seção [param] do cfospnet.ini.
Também por padrão, cFos PNet usa tanto IPv4 quanto IPv6. Se você quiser limitar a conectividade ao IPv4 ou IPv6 você pode configurar a chave "ipv4_allowed" ou "ipv6_allowed" para "0" na mesma seção [param] do cfospnet.ini.

Se quiser enviar um email via Javascript, é necessário também definir as seguintes chaves na seção [param]:

"smtp_server"Endereço do seu servidor SMTP
"smtp_username"Seu nome de usuário
"smtp_password"Sua senha
"smtp_port"Porta do servidor SMTP, exemplo: 25. Se você omitir o parâmetro smtp_port, a porta padrão será utilizada

E é isso. Para permitir a outros acessarem seu servidor web, talvez seja necessário configurar o direcionamento de portas no seu roteador, se estiver atrás de um NAT. E se você usa endereços de IP dinâmicos, talvez queira se cadastrar com um serviço de DNS dinâmico como o DynDNS (www.dyndns.org). Nós providenciamos um script para se registrar ao DynDNS quando o cFos PNet inicia e se desregistrar quando ele para. Para usá-lo, inicie dyndns.htm na sua pasta pub para dizer ao cFos PNet seus parâmetros DynDNS. Então ative dyndns.jss como um script de inicialização e encerramento em cfospnet.ini, removendo o ";" nas respectivas linhas "on_start" e "on_stop" na seção [scripts].

Use encriptação em tempo real começando suas senhas com um símbolo "!" adicional. Quando o cFos PNet ou os scripts encontram uma senha com "!" , elas serão automaticamente encriptadas, então não existirão senhas em texto puro no seu PC. Atente-se ao fato de que isto não lhe dará uma forte segurança, já que o cFos PNet deve saber o método de decriptação e portanto um invasor poderia extrair a senha. A codificação no entanto, é feita com um valor aleatório escolhido pelo cFos PNet uma vez a cada instalação e armazenado no arquivo master_pwd.ini na pasta de instalação do cFos PNet.
Então não deixe outros verem esse arquivo! Usando um valor aleatório quase único para codificar senhas, é improvável que alguém que encontre senhas codificadas possa decodificá-las (a menos que ele/ela também tenha o arquivo master_pwd.ini).
O valor master_pwd também é armazenado no registro para sobreviver a uma desinstalação completa. Além do mais, se você quiser usar o mesmo valor master_pwd para uma nova instalação, você pode copiar/fazer backup do arquivo master_pwd.ini e (antes de começar uma nova instalação) colocar este arquivo na mesma pasta de setup.exe do cFos PNet.

cFos PNet como um serviço de sistema

Se você iniciar manualmente o cfospnet.exe, ele rodará como um processo de usuário Win32 sob sua conta de usuário. Quando você fizer logoff, o Windows terminará todos os outros programas que você abriu.
Você também pode usar o cFos PNet como um serviço de sistema. Então ele iniciará com o Windows e rodará independente do usuário logado. Use

"cfospnet.exe -start_service" para registrar o cFos PNet como um serviço e iniciá-lo.
"cfospnet.exe -stop_service" para terminar o serviço cFos PNet service e desregistrá-lo.

Configuração de usuário

cFos PNet vem com uma configuração padrão de usuário. O instalador cria uma pasta /users/admin na pasta pub durante a instalação. Novos usuários recebem um arquivo de configuração profile.txt em seus respectivos arquivos de usuário /users/. Eles também recebem uma pasta /private/.
Então se você quiser compartilhar um arquivo com um certo usuário, copie-o na sua pasta /private/ao invés da pasta pub. A configuração .htaccess permite acesso ao arquivo somente depois que o usuário digita seu nome de usuário e senha. O usuário também pode fazer upload nessa pasta (depois de inserir a senha correta). Você pode criar e deletar usuários e definir suas senhas, usando /users/index.htm como usuário "admin".

Documentação do cFos Personal Net