cFosSpeed é o Acelerador de Internet oficial dos produtos de gaming da ASUS, GIGABYTE, ASRock e MSI

Esta página não está suficientemente traduzida!

Obtenha uma licença grátis (cFos, cFosSpeed ou cFosBC) por nos ajudar.
Mais informação

Política de ajustamento de informações tabeladas e NAT46

Política de ajustamento do Link cFos IPv6

O Link cFos IPv6 agora suporta múltiplos prefixos de diversas fontes, i.e, diferentes roteadores ou servidor DHCPv6. Com múltiplos prefixos, os problemas de seleção de endereço discutidos em in RFC 3484, RFC 5220 e RFC 5221 aparecem. Como solução, uma Política de seleção de Distribuição de endereços utilizando DHCPv6 é sugerida no texto:

http://tools.ietf.org/html/draft-fujisaki-dhc-addr-select-opt-08

O Link cFos IPv6 suporta um mecanismo de política de atualização controlada para este tipo de DHCP, na seguinte maneira:



1. Enviando e explicitando novas opções em requisitos DHCPv6. No arquivo de configuração cfos6link.ini você pode criar as secções [DHCPv6_stateful_options] e [DHCPv6_stateless_options], e entrar com as seguintes chaves:

     oroN=valor    , N a partir de 0..., valor=decimal valor da opção para requisitar com "OPTION_ORO"
     opçãoN hex,hex,hex,...  , hex valores para opção DHCPv6 customizada

Valores para estas opções são enviadas com um dos dois requisitos DHCP:'stateful' ou "stateless". Isto permite enviar opções adicionais DHCPv6 (customizadas) para o ISP.

Desta forma você pode conseguir "OPTION_DASP" (e outras opções) através do servidor DHCPv6.



2. Política de capacitação de ajustamentos de informações tabeladas. Visto que o valor atual para o identificador da "OPTION_DASP" não está atualmente padronizado pela norma IANA , você pode configurá-lo em cfos6link.ini, secção [param] com

      option_dasp=valor (decimal)

Se esta chave é acionada, o Link cFos IPv6 questiona o valor das opções DHCP "stateful" e "stateless" para as respostas do DHCPv6 e as avalia de acordo com o texto DASP. Ele então ajusta a política de informações tabeladas do Windows como se segue:

Se um par prefixo/comprimento já existe na configuração do sistema, ele é alterado pelo novo valor de rótulo e preferência, mas nunca é excluído. Se o par prefixo/comprimento não existe, ele será adicionado.

Isto permite ao ISP a efetuar o "setup" das opções DHCPv6 DASP para múltiplos ambientes prefixados e assegurar correta fonte & seleção de endereçamento de destino.

Para mais informações, veja "WHATSNEW.TXT" no diretório de instalação do Link cFos IPv6.

Conteúdo do arquivo de amostragem cfos6link.ini (para um valor de 100 para 'OPTION_DASP'):

[param]
option_dasp=100
[DHCPv6_stateful_options]
oro1=100
[DHCPv6_stateless_options]
oro1=100

Para as alterações tornarem-se efetivas, um "reboot" pode ser necessário.

mapeamento NAT46:

O mapeamento NAT46 permite a você rodar as aplicações específicas IPv4 com destinação IPv6 ou serviços específicos IPv4, os quais são acessíveis a partir de IPv6. O Link cfos6 pode agora mapear o tráfego das aplicações específicas IPv4, para IPv6. Para tal, ele temporariamente se associa ao endereço IPv6 com um endereço temporário IPv4. Você pode especificar o valor comum do endereço IPv4, fazendo nat46_addr=x e nat46_subnet_mask=m na [param] secção de cfos6link.ini. Se uma aplicação IPv4 requisitar um nome via DNS (ie. um registro A), o Link cfos6 altera o requerimento em um registro de requerimento AAAA. Após haver recebido o correspondente endereço IPv6 ele aloca um temporário IPv4 para aquele IPv6 e retorna-o para a alicação IPv4. Não importando quando a aplicação IPv4 utilizar aquele endereço temporário, ele será mapeado para o endereço IPv6, para utilização com uma destinação IPv6. Por exemplo, você pode designar os seguintes endereços em comum, para mapeamento com endereços IPv4:

[parámetro]
nat46_addr=10.0.0.0
nat46_subnet_mask=255.0.0.0

Para conexões de entrada você pode também especificar uma porta de mapeamento, preenchendo a seção [nat46_ports] em cfos6link.ini com valores como este:

5000=nome_do_programa

Então o tráfego de entrada IPv6 é mapeado para IPv4, não importando se a porta de destino é uma das portas mapeadas.

Adicionalmente você poderá incluir mapeamentos estáticos IPv4 e <-> IPv6 para os aplicativos que usam os endereços IPv4.Você poderá especificar estes mapeamentos ao preencher a seção [nat46_static] com valores como <ipv4_addr>=<ipv6_addr>, por exemplo 192.168.2.1=2001:DB8::1